sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Suposições

Suponho que o mundo
possa acabar amanhã.

Suponho também que
ele vare a eternidade.

Suponho que a vida
não passe de uma página branca.

Suponho que a matéria
não seja nada sólida.

Suponho que a rotina
seja apenas invenção.

Suponho que a cabeça
esteja muito alta para ver o chão.

Suponho que as pedras
sejam ao mesmo tempo nuvens
e nos façam descobrir outros mundos.

Mariana Bizinotto – 21/10/2009

2 comentários:

Toddy disse...

Eu adorei Mari amiga, porque vc captou a inconstância das coisas, da matéria, de forma singela, objetiva, e ao mesmo tmepo, achei bem tocante no sentido de fazer nós, leitores, começarmos a prestar atenção nos momentos,na vida, no destino, amei!

Mariana Bizinotto disse...

Oi, seja bem vindo aqui, caro leitor, que a visita se repita... hehehe...
Obrigada pelas palavras.
Realmente uma das intenções dos poemas deste blog é faze os leitores refletirem acerca de suas atitudes, de suas vidas, seus hábitos e se eles lhe trazem felicidade...
Esse poema está no fanzine que fiz e do qual postei fotos aqui. Ainda tenho cópias... vou guardar uma para você!
Bjo
:D